O amor e o vazio - Quatro Estações O amor e o vazio - Quatro Estações

O amor e o vazio

Quando a gente sente um vazio no peito e ao mesmo tempo, tanto amor

Foto: Reprodução

Mesmo depois de tanto tempo juntos, você ainda faz me sentir assim as vezes. Um pouco horrível, talvez. Esse amor que transborda em meu coração e inunda meus pensamentos e ao mesmo tempo, esse vazio. Um vazio e um abismo. Você me faz chorar, lágrimas de alegria e de tristeza. O teu silêncio me deixa na solidão. Eu tento não chorar.

Encosto a cabeça no teu peito, ouço o seu coração, sinto sua respiração e o calor da tua pele, mas é como se você não estivesse aqui, mas sei que está. Por onde você anda? Já não é mais como era antes. Talvez seja só falta de romantismo, não sei.

Só sei que o amor amadurece conforme também amadurecemos. As paixões avassaladoras se transformam em amor calmos, em admiração, em tolerância. Entendo que você mudou, eu também mudei.

Aquela paixão arrebatadora, aqueles beijos e declarações que você me fazia, não poderia existir pessoa melhor do que você. Por tanto tempo te esperei, e você preencheu este vazio do meu coração, talvez por medo de me apaixonar é que tenha ficado assim por tanto tempo, solitário. E então, quando eu menos esperava, o destino cruzou nossas vidas. Muita sorte a minha ter te encontrado e você me amar como eu amo você. 

É impossível outra pessoa em teu lugar. E assim eu vou te amando, e cada vez mais vou te amar. Você é quem veio pra ficar. Não posso te perder, só quero entender esse teu jeito de me amar. Mas não vou te prender, caso você queira partir. Porque o amor não nos aprisiona, ele nos liberta.


Aviso de propriedade: Todos os conteúdos do Quatro Estações são protegidos por copyright, o que significa que nenhum texto pode ser usado sem a permissão expressa, mesmo citando a fonte.

8 comentários

  1. nossa to amando seus textos, vc escreve bem! valeu!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. nossa, obrigada! eu tinha um pouco de vergonha, mas quer saber... vou escrever o que quero, afinal, o blog é meu mesmo ne! obrigada mais uma vez pelo apoio. bjs

      Excluir
  2. Faz bem escrever coisas assim pra se libertar e pra entender melhor o que se quer, o que pensa e principalmente o que se sente... já passei por uma situação parecida e por não saber compreender o modo de gostar dele acabei "perdendo". Digo entre aspas, posque acredito que se tiver que ser meu mesmo, se for a vontade de Deus que a gente fique juntos, o amor vai sobressair e a gente vai SER FELIZ juntos!

    http://sentirodrama.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. obrigada pelo comentario, vc entendeu certinho o que eu quis dizer! bjao :))

      Excluir
  3. Oi Miga, muito profundo o seu texto. Solitário e ao mesmo tempo avassalador. Acho que a personagem sofre por amar tanto assim. Triste viu. Depositamos tanto amor em algumas pessoas que nos retornam tão pouco. Parabéns viu. Bjkas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. entao, tem pessoas que amam mais e recebem de menos... entao, por essa situação é que vem a solidão, mesmo com a pessoa do lado, dá aquele vazio. bjao e obrigada pela visita! :) <3 <3 <3

      Excluir
  4. ♡ Yo ! Oi Dany, (๑✧◡✧๑) Eu amei seu blog, já tive vários, e desisti de muitos pela falta de tempo , e o que me faltava era vontade. Agora voltei , e seu blog me ajudou em muitas ocasiões , por isso eu queria colocar seu selinho no meu pequeno blog... mais o comando ctrl+c está desativado D: Help me !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. own, q graça, mto obrigada, fico lisonjeada em poder ter ajudado vc. Bom, desbloqueei o botao direito do mouse, entao, passa o mouse na caixinha de link-me (que ta no rodape do blog), depois que ela ficar azul, clica o botao direito do mouse e em COPIAR. Depois cola no gadget html do seu blog. Espero ter ajudado. Qualquer coisa, entre em contato por e-mail. bjs e boa sorte com seu blog! :))

      Excluir

Bombando

randomposts

Destaques

recentposts