Sentimentos de uma traição - Quatro Estações | Autoconhecimento, evolução e consciência Sentimentos de uma traição - Quatro Estações | Autoconhecimento, evolução e consciência

Sentimentos de uma traição

Leia isso ouvindo >>

Foto: Reprodução

De repente, me encontro assim, com desprezo e nojo de você. Não consigo derramar uma lágrima. Talvez porque ainda eu esteja chocada demais para acreditar que isso realmente aconteceu comigo. Ou simplesmente pelo fato de você não significar tanto assim pra mim como eu imaginava.

Ficar me pedindo perdão não é o suficiente. Não é questão de perdoar ou não... você mentiu. Era só ter me contado antes de acontecer. Se não me queria mais na sua vida era só ter falado. Teria deixado você partir.

Tantas vezes me pegava pensando se eu realmente te conhecia, se tinha feito a escolha certa. Olhava pra você e ficava imaginando quem realmente seria essa pessoa que eu tinha escolhido para viver ao meu lado.

Podemos ficar anos com uma pessoa, mas nunca vamos conhecer seu íntimo, nem se sondarmos o mais profundo do seu coração iremos saber, a não ser que ela conte, mas ainda sim, só vamos saber o que ela quiser que nós saibamos.

Ainda continuo me estranhando. Por que eu não fiz nada? Será que você era mesmo tudo aquilo que me faltava? Será que nós apenas nos demos uma chance para ser feliz? 

Mesmo assim, tivemos ótimos dias, e péssimos também, como agora. Sinto sua falta. Nossa afinidade era imensa, mas como eu  não consegui perceber nada? Confiei demais?

Lamento ter passado tanto tempo com você. Não lamento por você, mas sim por mim. Por estar com uma pessoa que não me valorizou como merecia. Repito novamente, sinto a sua falta... mas não quero mais isso pra minha vida. Não quero você de novo dentro dela.

Não dá mais. Não quero nem de longe arriscar viver isso de novo. Orgulho? Não... um pouco de dignidade e o mínimo de amor próprio que ainda me resta.

Aviso de propriedade: Todos os conteúdos do Quatro Estações são protegidos por copyright, o que significa que nenhum texto pode ser usado sem a permissão expressa, mesmo citando a fonte.

2 comentários

  1. Amei seu texto e a forma como você escreve Danny! Venho acopanhando o blog algum tempo e só agora faço meu primeiro comentário! ( Me perdoe! kkkk) tenho 15 aninhos (hihi) não sei muito da vida, mas depois que li um livro falando de traição ( tema tão falado) tenho visto as coisas por outro ângulo... Se as pessoas se arrependerem o que fazemos? Afinal errar é humano. Já prescensiei casamento que pessoas perdoaram e estão juntos até hoje, acho que depende da situação. obs: desculpe se tiver algum erro ortográfico!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. obrigada fico mto feliz! Nao deixe de comentar, senao fico com a impressao que ninguem ta lendo rsss
      bom, sobre traicao, tive um sonho, o que me inspirou pra escrever e acordei sentindo isso. Imagino que quem é traido se sinta assim e ate pior, agora, a questao de perdoar, nao sei... cada caso é um caso, mais nao sera a mesma coisa como era antes.
      bjokasssssssssssssssss :))

      Excluir

JUNTE-SE A 2.797 PESSOAS. Inscreva-se na nossa lista VIP para receber o conteúdo no seu e-mail gratuitamente.

Acompanhe pelas redes