''Você É, o que não É'' - Quatro Estações | Autoconhecimento, evolução e consciência ''Você É, o que não É'' - Quatro Estações | Autoconhecimento, evolução e consciência

''Você É, o que não É''



Tudo começa a partir de uma busca interior. Mas o que é dentro e o que é fora? É apenas uma referência e não um fato. Porque de alguma forma, o exterior também se mostra como um interior de um ponto de vista maior.


Se você quer saber realmente quem é, se prepare porque isso vai dar um trabalhão. E o caminho mais rápido é sabendo o que você não é, ou seja, todo seu exterior captado pelo seu ponto de vista interior. De Fora para Dentro.

Parece desanimador , porque o Fora é muito grande, e o Dentro é muito Fundo, chega ser tão Fundo que o Fundo se torna o Fora. Ah desisto...! Esse Eu não existe, para onde eu olho Estou. Exatamente. ''Onde sua consciência se fixar, não poderá Ser Outro''. Se olhar para fora vai se perder, mas se olhar para dentro estará em casa, saberá se encontrar até sair para fora novamente.

O fora é apenas referência para você saber onde está, e para onde seu interior quer ir. Através do mundo exterior, você intuitivamente cria uma personalidade, para melhor interatividade com tudo ao seu redor. Assim também para cada faceta da sua personalidade vem acompanhada de desejos e vontades, versões e aversões, certo e errado, bonito e horrível. Formando assim o ''ego'' reflexos do mundo exterior, tudo o que você não é. O ego te serve para te dar um ponta pé inicial.''O ego é o onde estou, mas não quem eu sou. Agora se eu não sou minha personalidade. Quem eu sou? A mesma presença que criou intuitivamente, e sem esforços as suas personalidades.

Eu sou a vida. Essa presença intuitiva guia todos os seres, Ela guia as sementes a brotarem, os pássaros voarem de encontro ao alimento e abrigo, e a cada animal cumprir seu proposito, e até mesmo o planeta Terra se ajeita intuitivamente criando as estacões, com perfeição em movimento, tudo se move sem nenhum esforço.

Sendo assim, sua consciência observa com todos seus sentidos a vida e seus aspectos abundantes e infinitos. ''Cada ser na sua particularidade se mostra na soma''. Assim como cada partícula de água condensada forma as belas gigantescas nuvens no céus, distribuindo sombra, paisagens e chuva no momento certo. Nós seres humanos, estamos formando nossas nuvens, agrupando semelhantes, alguns seguem elevadas altitudes, outros se densificam, e caem sobre a terra, e o processo se reinicia processando e se purificando.

''Purificando a si mesmo através do que você não é, nasce a particularidade que voce é''




Imagem:Reprodução

Aviso de propriedade: Todos os conteúdos do Quatro Estações são protegidos por copyright, o que significa que nenhum texto pode ser usado sem a permissão expressa, mesmo citando a fonte.

Nenhum comentário

Postar um comentário

JUNTE-SE A 2.797 PESSOAS. Inscreva-se na nossa lista VIP para receber o conteúdo no seu e-mail gratuitamente.

Acompanhe pelas redes